Pesquise por hashtags, nomes e assuntos

Resultado não encontrado para: ''

Como surfar nas oportunidades da crise? | Tarpon GT

Francisco Holanda. 15/04/2020

“Na primeira onda, o mercado derrubou todo mundo. Na segunda, o mercado começou a separar os setores, e na terceira a gente vai ver quem consegue usar da crise para sair dela mais forte.”

Quem trouxe essa ideia pra gente foi o Rafael Maisonnave, sócio da Tarpon GT, uma asset com 18 anos de experiência e que possui uma estratégia de investimentos diferente de muitas outras casas: a procura por ações nada óbvias, que não seguem o consenso do mercado. 

É dentro dessa estratégia que o gestor trouxe para gente a oportunidade de encontrar por ações pouco conhecidas e que dificilmente compõem o Ibovespa. 

Maisonnave explicou pra gente a diferença entre investir nas Blue Chips do mercado e em ações menos conhecidas. Ele defende que a assimetria de informações em relação a essas ações pode gerar oportunidades de investimento, pois uma vez que elas possuem menor cobertura, se tornam papéis que em momentos de crise poderão ser vendidas por preços bem menores. 

Dessa forma, ele defende que essas ações nada óbvias são geralmente aquelas empresas cuja a cobertura é menor e as quais os investidor possui mais dificuldade para realizar pesquisas e análises profundas.Nesse sentido, essas ações serão as primeiras vendidas em momentos de crise uma vez que o investidor desconhece de maiores informações sobre a empresa.

Assista a integra do episódio:

E como conhecer as empresas que irão ou não sobreviver a essa crise? Como escolher ações de empresas que voltarão a crescer após esse momento? 

Maisonnave explica que os principais princípios que devem ser avaliados são: o retorno sobre o capital investido e o posicionamento competitivo que a empresa possui, que se traduz em uma capacidade da empresa de sempre ganhar em cima de seus concorrentes.

Além disso, a asset ainda atribui quatro características de negócio para as empresas para ajudar na tomada de decisão: o retorno sobre capital investido, o crescimento, a previsibilidade e a estrutura de capital da empresa.

O gestor também foi questionado sobre sua opinião de qual vai ser a profundidade da crise e respondeu: 

“Sem dúvida é uma crise profunda, com características próprias e que afeta tanto a oferta quanto a demanda. A nossa opinião é que a extensão do lockdown é que vai dar uma ideia do quanto a economia vai ficar desarranjada. A economia vai precisar de tempo para se recuperar.O Brasil estava no inicio de um ciclo econômico, então do ponto de vista comparativo, a crise para países desenvolvidos vai ser mais intensa, pois muitos deles já estavam com crescimento intenso e performando muito bem.

Agora, o Brasil está em um momento de ciclo econômico melhor do que o resto do mundo, por conta das questões internas que tivemos nos anos de 2014 e 2015. O desemprego já estava alto, a inflação e os juros baixos. No país, diferententemente do resto do mundo, a gente tem um ciclo econômico que ainda vai performar pelas questões que a gente teve na recessão de 2014 e 2015”. 

Durante o episódio, o gestor ainda explicou como ficam as empresas aéreas e turísticas nesse momento e quanto tempo ele acha que deverá durar a volatilidade presente no mercado. 

A Tarpon GT possui um fundo na plataforma da Pi: 

Para assistir tudo que rolou no episódio do 3,14 Cast, é só escolher sua plataforma favorita e aproveitar!

Para ler outras matérias sobre o podcast clique aqui.

5

Avaliar

Obrigado por votar

Você já votou neste post

Fazer comentário

Notícias relacionadas

Saiba quem são os novos investidores da bolsa de valores

Mesmo com a alta volatilidade do mercado, a B3 registrou a entrada de pouco mais de dois milhões de novos investidores pessoa física na bolsa de valores. Saiba quem são essas pessoas.

As diferentes formas de investir na bolsa | Sonata Maestria

Por: Patricia Palomo, gestora da Sonata Maestria, carteira exclusiva da Pi Investimentos Muitas pessoas se […]

Blue Chips: o que são as grandes ações da bolsa?

Você já conhece as grandes empresas do mercado financeiro? Elas recebem o nome de Blue Chips e nessa matéria você confere tudo sobre o assunto.

O segredo para se manter no azul na crise | Vinci Partners

Conheça o segredo dessa asset para conseguir resultados positivos no meio da pandemia. Entrevistamos a Vinci Partners para entender melhor suas estratégias.

Os fundamentos por trás das ações | Grou Capital

O que analisar antes de comprar uma ação? Essa é uma questão que muitos investidores se perguntam. A Grou Capital ajuda a entender. Confira!