Pesquise por hashtags, nomes e assuntos

Resultado não encontrado para: ''

Como o cenário macroeconômico influencia seus ativos? | Safari Capital

Francisco Holanda. 25/03/2020

Nas últimas semanas, muitos investidores têm se perguntando se o caos instalado nas bolsas é realmente justificável ou o desespero é exagerado.

Já parou para pensar o por que do mercado estar se comportando dessa forma? O que está por trás do pânico dos investidores com a queda dos preços?

Quem veio responder isso para gente no novo 3,14 Cast foi Elsom Yassuda, estrategista da Safari Capital, uma asset com cinco anos de experiência, focada em ações e em análises macroeconômicas

O gestor defendeu que o desespero do mercado possui fundamentos no receio dos investidores em relação ao tempo em que a crise do coronavírus irá perpetuar.

“O que o mercado hoje está fazendo é criando dúvidas como: por quanto tempo isso vai durar? Qual o tamanho da crise? Quanto isso vai impactar a condição econômica das empresas e do mercado? Por isso o mercado está tão volátil”, afirmou Yassuda. 

Ele também apontou que o movimento de medo e pânico decorrem de duas incertezas: o tempo em que a economia irá ficar paralisada e quais serão os efeitos secundários da crise, como a volatilidade do dólar e o futuro do mercado de crédito. E afirma que enquanto esses receios não acabarem o mercado ficará nesse nível de volatilidade com um viés para baixo. 

Com sua visão macro, o gestor também foi questionado sobre os motivos do petróleo causar um impacto tão grande na economia.

“Em geral quase todos os países do mundo são exportadores, então os preços baixos seriam quase como uma redução de impostos, ou seja, seria algo favorável para as nações. Mas a forma como veio, em uma queda tão aguda quando já se tinha problemas de demanda, criou uma desorganização da oferta e um problema para o mercado de crédito. O mercado de crédito hoje é um dos grandes problemas na economia global. Com uma parada tão grande nas atividades, o risco de haver vários inadimplentes é o início dessa crise, ou é a maneira como o corona virou um problema de crise financeira”, respondeu

Por fim, Yassuda ainda respondeu uma das maiores dúvidas dos investidores nesse cenário de crise: é hora de mexer no portfólio?

“Acho que para o investidor que tem horizonte de longo prazo, mexer no portfólio em momentos de pânico não faz o menor sentido. Você vai realizar um prejuízo muito grande e depois vai comprar em um mercado mais caro. Não faz sentido, eu esperaria e pelo contrário, se o investidor tem fôlego, tem que ir comprando aos poucos”, afirmou o gestor. 

A Safari Capital possui um fundo multimercado na plataforma da Pi: 

Para conferir toda a visão macroeconômica do gestor da Safari Capital, é só ouvir a íntegra do 3,14 Cast disponível em várias plataformas de aúdio e em vídeo. Escolha seu canal favorito e aproveite. 

Leia outras matérias sobre o 3,14Cast clicando aqui.

5

Avaliar

Obrigado por votar

Você já votou neste post

Fazer comentário

Notícias relacionadas

As diferentes formas de investir na bolsa | Sonata Maestria

Por: Patricia Palomo, gestora da Sonata Maestria, carteira exclusiva da Pi Investimentos Muitas pessoas se […]

Blue Chips: o que são as grandes ações da bolsa?

Você já conhece as grandes empresas do mercado financeiro? Elas recebem o nome de Blue Chips e nessa matéria você confere tudo sobre o assunto.

O segredo para se manter no azul na crise | Vinci Partners

Conheça o segredo dessa asset para conseguir resultados positivos no meio da pandemia. Entrevistamos a Vinci Partners para entender melhor suas estratégias.

Os fundamentos por trás das ações | Grou Capital

O que analisar antes de comprar uma ação? Essa é uma questão que muitos investidores se perguntam. A Grou Capital ajuda a entender. Confira!

Mercado futuro: seu guia completo sobre o tema

O Mercado futuro é um ambiente de renda variável onde são negociados contratos futuros. Nesta matéria você irá entender tudo sobre o assunto.