O que fazer com meu dinheiro do FGTS?

Imagem que representa dinheiro do FGTS

Se você tem saldo acumulado no FGTS, está agora diante de uma oportunidade de resgatar parte desses recursos. Está na dúvida se essa é uma boa ideia? Vamos te contar nesse post o que você pode fazer com seu dinheiro do FGTS.

Mas antes de trazermos algumas dicas de como você pode usar esse dinheiro, é importante que você entenda como sacá-lo. Primeiro ponto: você sabia que existem duas formas de sacar o FGTS? Uma é o saque imediato e a outra, o saque-aniversário.

O saque imediato só pode ser feito uma vez e é limitado a R$ 500 por conta ativa (do emprego atual) ou inativa (de empregos antigos). Já o saque-aniversário consiste no agendamento do resgate de parte do seu FGTS todos os anos, no mês do seu aniversário. O valor permitido para resgate varia conforme o saldo que você tiver lá. Confira a tabela:

Saldo do FGTSPercentual do saldo que pode ser sacadoParcela fixa que será adicionada
Até R$ 50050%***
R$ 501 a R$ 1.00040%R$ 50
R$ 1.001 a R$ 5.00030%R$ 150
R$ 5.001 a R$ 10.00020%R$ 650
R$ 10.001 a R$ 15.00015%R$ 1.150
R$ 15.001 a R$ 20.00010%R$ 1.900
Acima de R$ 20.001 5%R$ 2.900

Fonte: Site do FGTS

Por exemplo: se você tiver R$ 4.000 no FGTS, poderá sacar R$ 1.350, que corresponde a 30% de R$ 4.000 mais a parcela fixa de R$ 150.

O segundo ponto importante que você deve atentar são as datas limite para esse resgate. O saque imediato para os correntistas da Caixa começou em setembro e, no próximo dia 18 de outubro começa o prazo para os não correntistas. O calendário de saques vai até 31 de março de 2020, dependendo da sua data de aniversário. Confira o calendário completo:

Mês de aniversárioData de início do saque
Janeiro18 de outubro
Fevereiro25 de outubro
Março8 de novembro
Abril22 de novembro
Maio6 de dezembro
Junho18 de dezembro
Julho10 de janeiro
Agosto17 de janeiro
Setembro24 de janeiro
Outubro7 de fevereiro
Novembro14 de fevereiro
Dezembro6 de março

Fonte: Site do FGTS

Para o saque-aniversário, o período de adesão começou na última terça-feira (1 de outubro). Assim como no saque imediato, a adesão é opcional e deve ser solicitada pelo site ou pelo aplicativo da Caixa, informando seu CPF.

O terceiro ponto de atenção é que ao optar pelo saque-aniversário, você abre mão de receber o saque rescisão, ou seja, não poderá mais retirar o saldo total da sua conta do FGTS se for demitido. Em caso de demissão, você terá acesso apenas à multa de 40%.

Vale destacar que essa opção é reversível. Se você optar pelo saque-aniversário e se arrepender, poderá voltar para a opção de saque rescisão depois de 24 meses.

Vale a pena sacar o dinheiro do FGTS?

Agora que você já sabe como funciona toda a parte burocrática, vamos ao que interessa: afinal, vale mesmo a pena sacar o dinheiro do FGTS?

No ano passado, o FGTS rendeu 3% ao ano. Para você ter uma ideia, ele perdeu para a inflação, que ficou em 3,75%, e também para a poupança, que valorizou 4,75%. Isso significa que se você tiver o dinheiro do FGTS em mãos você terá autonomia para fazer diferentes escolhas de investimentos.

Uma das opções possíveis é o Tesouro Selic, um título do Tesouro Direto, o programa de financiamento da dívida pública do governo federal. Quando você investe no Tesouro, na prática, você está emprestando dinheiro para o governo pagar suas contas e financiar seus projetos para o País.

Só tem um porém: para investir no Tesouro Direto, uma parte da sua rentabilidade será perdida. Pouca gente fala sobre isso, mas, nesse investimento, há uma cobrança de taxa de 0,25% ao ano.

Aqui na Pi Investimentos, você tem a possibilidade de investir em um fundo que investe nos mesmos títulos públicos atrelados à Selic (taxa básica de juro), maaaas… sem precisar pagar essa taxa de 0,25% ao ano.

Estou falando do Pi Selic, um fundo de investimento sem taxa. Nem para investir, nem para manter, nem para resgatar. E não se preocupe: depois que você investir, se você precisar do dinheiro, você pode resgatá-lo no mesmo dia ou no máximo em um dia útil. Vale lembrar que este investimento é risco 1 (o mais baixo que temos aqui na Pi).

Outros investimentos até R$ 500?

O investimento no Pi Selic pode ser uma opção para quem ainda não construiu sua reserva de emergência, aquele colchão de quatro a seis salários que os consultores financeiros recomendam que cada um de nós tenhamos para nos proteger de eventuais imprevistos, como necessidades médicas, perda de emprego ou qualquer outra despesa inesperada.

Mas se você já tem essa reserva e está procurando outros tipos de investimento para aplicar seus R$ 500 do FGTS, aqui na Pi você também encontra várias opções de fundos com investimento inicial de R$ 30 a R$ 500. Confira algumas delas:

Conheça também nossas carteiras que se enquadram na faixa de investimento inicial de até R$ 500:

Conheça aqui nosso portfólio completo de investimentos.

Leia também:

E aí? Essas informações te ajudaram a tomar uma decisão sobre o seu FGTS? Conta aqui pra gente nos comentários!

Material Publicitário. Para mais informações clique em www.vemprapi.com.br. OS INVESTIMENTOS APRESENTADOS PODEM NÃO SER ADEQUADOS AOS SEUS OBJETIVOS, SITUAÇÃO FINANCEIRA OU NECESSIDADES INDIVIDUAIS. O PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO API – ANÁLISE DE PERFIL DO INVESTIDOR É ESSENCIAL PARA GARANTIR A ADEQUAÇÃO DO PERFIL DO CLIENTE AO PRODUTO DE INVESTIMENTO ESCOLHIDO. LEIA PREVIAMENTE AS CONDIÇÕES DE CADA PRODUTO ANTES DE INVESTIR.

Participe da discussão

4 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.