Pesquise por hashtags, nomes e assuntos

Resultado não encontrado para: ''

Política monetária na estreia do 3,14Cast | Ibiuna Investimentos

Redação Pi. 25/10/2019

Mário Torós, sócio da Ibiuna Investimentos e ex-diretor de política monetária do Banco Central, foi o nosso convidado de estreia do 3,14 Cast, o podcast da Pi. Ele foi entrevistado por Felipe Bottino, nosso CEO, e abordou diversas questões sobre política monetária, câmbio e o cenário macroeconômico do Brasil e do mundo.

“É consenso que o mundo está vivendo um momento de desaceleração econômica. A questão é qual a intensidade dela. Na nossa visão, trata-se de uma desaceleração normal. Na Europa e nos EUA, as economias cresceram muito e atingiram um pico no meio de 2018. Agora, essas economias estão desacelerando, mas se trata de uma desaceleração cíclica e não de um desastre. Nesse cenário, os bancos centrais vão usar seus instrumentos de política monetária para estimular a economia em direção a um pouso suave”, explica Mário.

Nesse cenário, Mário explicou também uma das estratégias da Ibiuna. “Quando os juros estão subindo nos países, eu quero estar tomado na curva de taxas de juros naquele país. E quando está caindo, eu quero estar doado. O grande dinheiro ao operar, seguindo a política monetária, aparece quando você consegue identificar os momentos de inflexão. Quando os juros estão subindo, descobrir quando eles vão parar e cair. Ou, quando eles estiverem caindo, descobrir quando essa queda vai parar e se inverter para um movimento de alta.”

Mário explica que o entendimento da política monetária dos países favorece também as operações com o câmbio. “O principal determinante para uma taxa de câmbio é a diferença da taxa de juros entre os países”, afirma, contando que a Ibiuna opera curvas de taxas de juros e câmbio em diferentes partes do mundo, aproveitando o conhecimento do time em política monetária.

Em relação à desvalorização do real frente ao dólar nos últimos dois anos, Mário citou dois fatores principais. O primeiro foi o fortalecimento da economia norte-americana, que cresceu em ritmo mais rápido do que os outros países, paralelamente à valorização dos juros, que também subiram mais nos EUA do que em outras economias. Esse movimento levou a uma valorização do dólar ante todas as moedas globais, em maior ou menor grau.

O segundo fator diz respeito a uma peculiaridade brasileira: a forte queda da taxa de juros que, segundo o CEO da Ibiuna Investimentos , é vista como consistente. “Os juros brasileiros caíram em resposta a uma política econômica correta, com a política monetária e a fiscal andando juntas. Essa queda é muito expressiva e isso afetou também nossa taxa de câmbio”, justifica.

Sobre as perspectivas para a moeda brasileira, ele destaca a dificuldade de se fazer previsões, mas acredita que o dólar deve continuar forte ante outras moedas. “A não ser que a economia norte-americana comece a desacelerar, o que não parece ser o caso, o dólar deve continuar estável nos níveis atuais”, afirma.

O que é o 3,14 Cast?

Queremos que você fique mais perto dos gestores renomados que administram alguns dos fundos em que você pode investir aqui na Pi. Por isso, eles serão nossos convidados para uma série de bate-papos exclusivos. Que tal aproveitar essa oportunidade para conhecê-los melhor e entender as estratégias de investimento por trás dessas carteiras?

Você terá acesso a conteúdos em áudio e vídeo, especializados e gratuitos, produzidos por profissionais de mercado responsáveis pela gestão de grandes fortunas. Esta oportunidade está batendo à sua porta porque estamos entrando numa nova era do mundo dos investimentos.

Uma era que começou em sua versão 1.0, quando todos os investimentos eram concentrados nos bancos. O mercado evoluiu e surgiram os agentes intermediários, mais conhecidos como corretoras, inaugurando a versão 2.0 deste movimento.

Hoje, os tempos são outros. Com o seu protagonismo como investidor, a figura do agente intermediário torna-se desnecessária. Você não precisa mais que ninguém fique entre você e seus investimentos.

A Pi Investimentos faz parte dessa nova era. Seja bem-vindo à Revolução 3,14!

Ouça à integra do podcast com a Ibiuna Investimentos e outras gestoras clicando aqui.

Leia outros posts sobre o 3,14Cast clicando aqui.

Material publicitário. Para mais informações, acesse aqui. Os investimentos apresentados podem não ser adequados aos seus objetivos, situação financeira ou necessidades individuais. O preenchimento dos formulários API – Análise de Perfil do Investidor é essencial para garantir a adequação do perfil do cliente ao produto de investimento escolhido. Leia previamente as condições de cada produto antes de investir.

Avaliar

Obrigado por votar

Você já votou neste post

Fazer comentário

Notícias relacionadas

Esse é o momento de ser conservador? | DLM Invista

Em um dos períodos mais conturbados dos últimos anos na bolsa, seria hora de voltar as atenções para a renda fixa? A DLM Invista nos ajuda a entender.

Bolsa: A fase atual do mercado de ações | Reach Capital

Onde encontrar oportunidades em ações? Quais são os grupos de ações com os maiores rendimentos? Essa e outras perguntas a Reach Capital ajudou a responder.

O que analisar antes de comprar ações? | Kiron Capital

Como fazer bons investimentos na alta da bolsa e o que analisar antes de comprar ações? Essas são algumas dúvidas que a Kiron Capital respondeu pra gente.

A salvação é pelo risco? | Occam Brasil

Filosofia no mundo dos investimentos? Temos! Confira o que a Occam Brasil fala sobre riscos.

Como investir em ativos globais? | Vinland Capital

Confira o que rolou no 3,14Cast com a Vinland Capital.

Já está passando da hora de diversificar | SulAmérica Investimentos

Escute agora o sétimo podcast da Pi, que falou sobre a importância da diversificação.