Pesquise por hashtags, nomes e assuntos

Resultado não encontrado para: ''

Esse é o momento de ser conservador? | DLM Invista

Francisco Holanda. 18/03/2020

Diante do caos que vem sendo as últimas semanas, muitos investidores têm se perguntado se é hora de voltar a atenção para investimentos em renda fixa para reduzirem os riscos de seus patrimônios. 

Quem veio responder isso para gente foi o Marcelo Castro, CEO da DLM Invista, uma asset com 16 anos de atuação, com foco em crédito privado e mais de R$ 4 bilhões sob gestão. 

No episódio do 3,14 Cast, Castro falou sobre a importância de ter parte da carteira investida em ativos de renda fixa, como as debêntures, que são um dos focos estratégicos da asset. 

Ele explicou como o cenário atual é positivo para o crédito privado, com um número crescente de empresas emissoras de títulos e taxas de juros competitivas.

De forma simples, o gestor explicou que o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) não está mais suprindo a necessidade das empresas. Agora, essas mesmas companhias que pagavam taxas muito abaixo do custo de mercado com o BNDES vieram a mercado emitir debêntures. 

Além disso, há também um leque de empresas que já acessam o mercado de forma recorrente, para financiar seus projetos e financiar agora um ciclo de crescimento necessário para a retomada econômica do país.

“Há uma série de ótimas companhias vindo ao mercado e pagando aos investidores os juros que eles merecem”, afirmou o gestor. 

No entanto, Castro advertiu de que o fato de que o mercado está em uma visão construtiva não isenta a necessidade de algumas ressalvas. Ele defende que é preciso fazer uma seleção cuidadosa dos ativos e companhias que irão fazer parte do portfólio e ainda adicionou: “o fato desse mercado estar promissor não isenta os investidores de precisarem contar com um especialista para tomar as melhores decisões”.

Sobre investir por meio de fundos o gestor defende que o investidor não irá expor seu capital  apenas a poucos títulos, mas sim a uma grande variedade deles, além de contar com o know how do time de fundos que se baseia na expertise em relação ao tema. Além disso, o investidor ainda conta com um serviço de gestão, que consiste na seleção, monitoramento e operação dos ativos que fazem parte da carteira. 

A estratégia dos fundos de crédito privado é relativamente simples. O investidor aplica seus recursos em um fundo, que empresta esse dinheiro para grandes companhias, e que por sua vez irão pagar juros para o fundo.

A DLM Invista aloca seus recursos em letras financeiras e principalmente em debêntures. “É uma opção interessante para diversificação em renda fixa”, afirma Castro

E como saber se sua carteira está adequada para o momento atual? O gestor trás algumas reflexões estratégicas que os investidores devem possuir para se proteger nesse cenário, como a necessidade de ter uma carteira diversificada, combinando investimentos em renda fixa e variável e com ativos descorrelacionados entre si. 

Por fim, ele respondeu a questão que não queria calar: é hora de ser mais conservador?

“É o momento de ser mais racional. Eu diria conservador, se isso significar ser racional, prudente e seguro. Ser conservador não significa não tomar riscos, significa, tomar risco que você consiga mensurar, que você domine e que tenha uma carteira adequada. O que o investidor precisa é se informar e se educar, pois o brasileiro tem pouca educação financeira”, terminou Marcelo.

Além disso, na conversa com a DLM Invista ainda rolou uma discussão sobre as perspectivas para o mercado perante os novos acontecimentos, quais são as expectativas para a Selic e muito mais.

Para conferir tudo que rolou, o 3,14 Cast está disponível em várias plataformas de aúdio e em vídeo. Escolha seu canal favorito e aproveite. 

A DLM conta com dois fundos de renda fixa na plataforma da Pi: 

Para conferir outras matérias que rolaram sobre o podcast, clique aqui.

Avaliar

Obrigado por votar

Você já votou neste post

Fazer comentário

Notícias relacionadas

As diferentes formas de investir na bolsa | Sonata Maestria

Por: Patricia Palomo, gestora da Sonata Maestria, carteira exclusiva da Pi Investimentos Muitas pessoas se […]

Investimentos seguros: onde investir?

Quer conhecer opções que tragam segurança e uma maior rentabilidade que a poupança? Confira essa matéria sobre opções de renda fixa.

Blue Chips: o que são as grandes ações da bolsa?

Você já conhece as grandes empresas do mercado financeiro? Elas recebem o nome de Blue Chips e nessa matéria você confere tudo sobre o assunto.

O segredo para se manter no azul na crise | Vinci Partners

Conheça o segredo dessa asset para conseguir resultados positivos no meio da pandemia. Entrevistamos a Vinci Partners para entender melhor suas estratégias.

Os fundamentos por trás das ações | Grou Capital

O que analisar antes de comprar uma ação? Essa é uma questão que muitos investidores se perguntam. A Grou Capital ajuda a entender. Confira!