Pesquise por hashtags, nomes e assuntos

Resultado não encontrado para: ''

Como ser sócio de Roberto Justus | Nest Asset Management

Francisco Holanda. 07/02/2020

Quem não gostaria de ser sócio de um dos mais famosos empresários da televisão brasileira? E não só isso. Em seus 37 anos de carreira, Roberto Justus carrega outros títulos, como administrador, publicitário e também investidor. 

Após muito tempo atuando com publicidade, Roberto Justus decidiu se aposentar desse ramo e adentrou ao mercado financeiro como uns dos sócios da Nest Asset Management, uma casa com dois anos e meio de experiência no mercado.

A asset tem foco em ações e possuem dois fundos na plataforma da Pi, o NEST ABSOLUTE RETURN FIM (multimercado com foco em ações) e o NEST FIA (fundo de ações).

Na opinião de Justus, a bolsa ainda é um bom investimento, pois ela não está cara. “Estamos muito longe ainda do nosso total potencial. O Brasil está entrando no jogo como a bola da vez. Eu investiria nas empresas brasileiras”, afirmou o empresário.  

Qual a visão de Roberto Justus sobre o cenário brasileiro?

“Em que momento já se viu um cenário de juro baixo e inflação baixa no Brasil, ao mesmo tempo? Isso é o grande termômetro ou o grande incentivador do aquecimento da economia, onde temos acesso a crédito, pois os juros estão baixos e onde temos uma inflação que não nos atrapalha”. 

“Estamos muito otimistas para o cenário brasileiro nos próximos anos”, afirmaram Justus e Felipe Prata, CEO da Nest.  

O CEO também explica que os fundos da asset começaram a ficar mais expostos a uma forma setorial (com exceção dos setores de bancos e commodities). Ele explica que todos os demais setores da economia estão em um bom nível de expansão, com papéis que se valorizaram de 50 a 60% em cerca de um mês e meio.

Como ser uma gestora de sucesso segundo Justus?

O gestor descreve que uma empresa de sucesso nesse mercado precisa ter credibilidade e performance e que uma coisa não funciona sem a outra. 

“Se você tem credibilidade, você atrai as pessoas, mas se não tiver performance você não as mantém. Se você tem performance, você pode agradar as pessoas, mas sem a credibilidade, a insegurança vai fazer com que os investimentos não venham”, afirmou Justus. 

A nossa especialista de produtos, Gabriela Schor, completa defendendo que uma das principais características que o investidor deve buscar em sua educação financeira é conhecer quem está por trás da gestão dos fundos, afinal, é para ele que confiaremos nosso dinheiro. 

Roberto Justus também afirma que não opina nas decisões do gestor sobre onde ele irá alocar os investimentos, mas faz sugestões. “Hoje sou presidente do conselho da empresa, mas não me meto na gestão dos portfólios, pois cada fundo nosso é administrado por pessoas especialistas que vivem 24 horas com isso”. 

Durante a conversa, Roberto justus também é questionado sobre motivos que o levariam a demitir um gestor, como uma clara referência a um de seus programas de televisão. 

“Por falta de caráter e por incompetência. Um negócio não se dirige com o coração e não admito ou tolero a incompetência e o não profissionalismo. Não se deve ter pena e sim pena do negócio como um todo”, afirmou o gestor. 

O fundo multimercado da Nest

Felipe Prata, defende que o fundo multimercado da asset é interessante para aqueles que buscam colocar um pé no mercado de ações sem grandes oscilações. “É o tipo de fundo para quem não deseja ir direto para os fundos de ações e está se acostumando sobre esse tipo de investimento. É uma forma de aumentar os movimentos nesse mercado de forma reduzida”. 

Em um cenário hipotético com a alta da Selic, os fundos multimercado ainda seriam bem visto, pois os fundos se adaptariam a tal situação, assim como atualmente eles se adaptam aos investidores que buscam pela renda variável. 

Diversificação de carteira

Roberto Justus utilizada a famosa frase dos investimentos de que “não se pode colocar todos os ovos em uma única cesta” para defender a importância da diversificação da carteira.

Ele abre o jogo e diz que tem seu capital investido em ativos como imóveis, mercado de ações e até em outros fundos de investimentos fora da Nest, para que ele consiga ter acesso a aplicações com estratégias diferentes das que a sua empresa utiliza.

Roberto Justus sobre criptomoedas

“Eu não invisto em criptomoedas. Elas, com exceção do Bitcoin e uma ou outra, não possuem lastro, são complexas e especulativas. Eu não recomendo para investidores leigos esse tipo de investimento”. 

Justus defende que ainda acredita na economia formal e nas moedas dos bancos centrais dos países. “Sou ainda conservador para o assunto mas estou de olho. No entanto ainda não investiria meu dinheiro em criptos”. 

Para conferir à integrá do que rolou no Papo Fundo com Justus e Felipe Prata, basta clicar no vídeo abaixo:

Leia também: Como o coronavírus impacta seus investimentos?

4.33

Avaliar

Obrigado por votar

Você já votou neste post

Fazer comentário

Notícias relacionadas

O segredo para se manter no azul na crise | Vinci Partners

Conheça o segredo dessa asset para conseguir resultados positivos no meio da pandemia. Entrevistamos a Vinci Partners para entender melhor suas estratégias.

Mercado futuro: seu guia completo sobre o tema

O Mercado futuro é um ambiente de renda variável onde são negociados contratos futuros. Nesta matéria você irá entender tudo sobre o assunto.

Como surfar nas oportunidades da crise? | Tarpon GT

Neste episódio do 3,14 Cast, o gestor da Tarpon GT explicou pra gente como encontrar oportunidades na crise por meio de ações diferentes. Leia agora!

Incertezas ainda dão o tom do mercado

Mais uma semana de forte volatilidade se encerra, enquanto o mercado acompanha a evolução do […]

[Ações] É hora de investir, resgatar ou esperar? | Bresser

Atualizado em 01/04/2020. O que fazer com as suas ações na crise do coronavírus? Fazer algo ou apenas esperar o mercado voltar a normalidade? Essas dúvidas Rodrigo Bresser responde.