Pesquise por hashtags, nomes e assuntos

Resultado não encontrado para: ''

5 dúvidas comuns sobre a queda da Selic

Jenifer Corrêa. 05/11/2019

Na semana passada, o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) anunciou uma nova redução da taxa Selic de 5,5% para 5% ao ano. Você sabe como isso impacta os seus investimentos?

A Especialista de Produtos da Pi, Gabriela Schor, respondeu às cinco principais dúvidas que temos recebido de quem está começando a investir e não sabe o que fazer nesse novo cenário de queda dos juros. É o seu caso? 

Então confira!

1. O que é a taxa Selic?

É a taxa básica de juros da economia, um índice que influencia tudo no mercado financeiro e comanda a festa dos investimentos. A Selic influencia alguns indicadores, como o CDI.

Na hora de investir em renda fixa, você deve buscar retornos em torno de 100% do CDI. Fazendo as contas, se a Selic está agora em 5% ao ano é esse o retorno que você deve buscar. Na prática, o número fica um pouco mais baixo, em torno de 4,90%.

2. O que é investir em renda fixa?

É emprestar para alguém e receber seu dinheiro em forma de juros. No passado, há cerca de dois anos, a gente investia em renda fixa e recebia um juro muito alto, na casa de 14% ao ano. Hoje, entretanto, com a queda da Selic, temos recebido em torno de 5%.

3. Quanto eu ganho com a renda fixa?

Preparamos uma simulação já com impostos descontados para facilitar a conta. Imagine que você está investindo R$ 10 mil pelo período de dois anos. Quando a Selic estava em 5,5% ao ano, no final, você teria R$ 10.934,91. Com a Selic em 5%, você pode chegar agora a até R$ 10.846,31, ou seja, R$ 88,60 a menos do que antes.

Se você achou essa diferença pequena é porque você não considerou um investimento de prazo mais longo. Imagine que você está investindo os mesmos R$ 10 mil pelo período de 10 anos. Com a Selic em 5,5% ao ano, você teria R$ 15.852,21 no final do período. Com ela agora em 5%, você pode chegar a R$ 15.188,30, uma diferença de R$ 663,91.

4. Com a queda dos juros, tenho que tirar todos os meus investimentos da renda fixa?

Não necessariamente. Por dois motivos: o primeiro é que a poupança está rendendo apenas 70% da Selic, agora que a taxa está abaixo de 8,5% ao ano. Então, comparativamente com o lugar preferido onde os brasileiros guardam dinheiro, a renda fixa ainda vale a pena. Confira a simulação:

Ao investir R$ 10 mil por dois anos com remuneração de 100% do CDI, você já viu que pode chegar a R$ 10.846,31. Mantendo o dinheiro na poupança no mesmo período, você pode acumular R$ 10.706,40, ou seja, R$ 139,00 a menos.

Estendendo o prazo da aplicação para 10 anos, você pode chegar a R$ 15.188,30 investindo a 100% do CDI, contra R$ 14.086,74 ao manter o dinheiro na poupança. A diferença aqui é de R$ 1.101,56. 

O segundo motivo para manter parte dos seus investimentos em renda fixa é a necessidade de diversificação da sua carteira. Ainda que a renda fixa não traga os mesmos retornos da renda variável, é fundamental que você tenha uma parcela dos seus investimentos em um investimento mais seguro.

5. É melhor investir em ações do que em renda fixa para ganhar mais?

Não dá para negar que a chance de ganhar mais ao investir em ações é maior, mas não se esqueça que também é maior a chance de perder. No mercado financeiro, risco e retorno estão sempre atrelados. 

A dica aqui é: entenda primeiro o seu perfil de investidor. Se você é mais conservador, não aceita perder dinheiro ou se está começando agora, o ideal é que você escolha opções de investimento mais seguras, mesmo sabendo que seu retorno não tende a ser tão grande.

Ao abrir sua conta na Pi Investimentos, você terá acesso a um teste de perfil de investidor chamado Suitability. Ele é uma ótima pedida para que você descubra qual é seu perfil e faça as escolhas de investimento mais adequadas para você.

Gostou deste conteúdo? Tem mais alguma dúvida sobre a queda da Selic? Deixe um comentário para a gente!

Avaliar

Obrigado por votar

Você já votou neste post

Fazer comentário

  1. Márcio Marcelo

    Obrigado pelos esclarecimentos.... aos poucos vou entendo!!!!

    Responder

  2. Redação Pi

    Boa, Márcio. Investir é uma longa jornada. Que bom que você já começou a dar os primeiros passos! (:

    Responder

  3. Já comecei a investir na Pi. Estou com um tesouro celic direto. Estou ganhando confiança pra me aventurar mais.

    Responder

  4. Começando a entender mais sobre investimentos, aos poucos vou aprendendo mais!

    Responder

    • Redação Pi

      Oi Fábio! Investir é como percorrer uma jornada. Que bom que você já está dando os primeiros passos!

      Responder

  5. Nilton de Melo

    Excelente explicação.

    Responder

  6. Joselito Pires LIMA

    É uma ótima dicas muito obrigado

    Responder

  7. Os textos e vídeos explicativos ajudam muito. Mas sinto falta na Pi de um consultor que possa nos atender por telefone, para tirar dúvidas...

    Responder

  8. Redação Pi

    Oi Alexandre! Aqui na Pi, nós não trabalhamos com intermediários mesmo. Nós acreditamos que não existe ninguém melhor do que você mesmo para saber o que é melhor para você, inclusive quando o assunto é dinheiro. Mas nós estamos junto com você nesta jornada: não só aqui no blog, como também nas nossas redes sociais. Continue nos acompanhando por aqui!

    Responder

  9. Francisco Tarcísio

    É sempre bom aprender com o tira dúvidas, estou caminhando devagar e aprendendo ainda, mas vou chegar lá a onde sonho...

    Responder

  10. Confira 6 dicas de como comprar dólar para investimento | Blog da Pi

    […] sua vez, os outros 20% são investidos em ativos de renda fixa: títulos pré ou pós-fixadas à Selic ou ao […]

    Responder

Notícias relacionadas

Copom: o que é e como funciona o Comitê de Política Monetária do Banco Central

Você já conhece o Comitê de Política Monetária do Banco Central do Brasil? Acredite ou não, ele está diretamente ligado aos seus investimentos. Descubra!

Investimentos seguros: onde investir?

Quer conhecer opções que tragam segurança e uma maior rentabilidade que a poupança? Confira essa matéria sobre opções de renda fixa.

Como o cenário macroeconômico influencia seus ativos? | Safari Capital

Você já parou para entender os motivos que levam o mercado a entrar em panico? A Safari Capital fala sobre o cenário macro e sua influencia nos ativos.

Notícias positivas trazem ânimo, mas volatilidade continua

Atualizado em: 24/03/2020.

Por que Henrique Bredda trocou dólar por ações? | Alaska Black

Atualizado em 20/03/2020.

Esse é o momento de ser conservador? | DLM Invista

Em um dos períodos mais conturbados dos últimos anos na bolsa, seria hora de voltar as atenções para a renda fixa? A DLM Invista nos ajuda a entender.