Pesquise por hashtags, nomes e assuntos

Resultado não encontrado para: ''

31 dicas de como guardar dinheiro para começar a investir

Francisco Holanda. 29/11/2019

Descubra algumas dicas infalíveis para guardar dinheiro e começar a investir.

“Se você pretende ser rico, pense em economizar tanto quanto pensa em gastar”
(Benjamin Franklin)

De acordo com uma pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), realizada recentemente, o Brasil fechou o ano de 2018 com 62,6 milhões de pessoas com o CPF negativado. Em outras palavras, isso significa que cerca de 41% da população brasileira está endividada.

Se você sonha em mudar de vida, se livrar das dívidas ou pretende alcançar sua independência financeira, provavelmente está se perguntando em como pode começar a guardar dinheiro hoje, para se aproximar de seus objetivos. 

Independentemente do que deseja é muito mais simples planejar e realizar seus sonhos quando você possui uma boa organização financeira. Afinal, se você deseja conquistar uma melhor qualidade de vida, ter uma boa condição financeira pode ser o caminho. 

Nesse post viemos te acalmar e avisar que é possível guardar dinheiro sim, mesmo quando não conseguimos nem pagar todos os boletos no final do mês.

Existe uma série de hábitos que você pode adquirir para colocar as contas em dias e ainda conseguir poupar.

Vamos lá?

Para guardar dinheiro: se organize financeiramente

1. Conheça todas as suas despesas:

O primeiro passo quando pensamos em economizar é conhecer todos os nossos gastos mensais. Esses gastos podem ser divididos em despesas fixas, temporárias e eventuais. 

A partir do momento onde já conhece todos seus gastos é importante que mantenha um controle próximo deles. Atualmente com a facilidade de aplicativos, conseguimos ter um controle claro e simples do quanto gastamos, portanto, deixe de lado caderninhos ou planilhas e procure por formas mais práticas e eficientes utilizando aplicativos como o Guia Bolso ou Mobills, que apresentam gráficos e relatórios de suas despesas. 

Para que você mantenha um controle eficiente das entradas e saídas de dinheiro, sem precisar das notinhas, é indispensável a utilização de uma boa ferramenta de finanças. 

2. Defina metas para suas despesas

Após conhecer melhor seus gastos é importante que defina o quanto poderá gastar mensalmente. Ou seja, aqui, vale criar algumas categorias, como as anteriores, para que você defina o quanto irá remanejar para cada uma. Existem algumas regras que podem te ajudar com isso como a regra 70-20-10, ou a 50-30-20. Conheça mais sobre essa última:

Vale lembrar que essa é apenas uma de muitas regras que existem para a definição de metas. Escolha ou crie a que melhor se adequar a sua situação de vida. 

3. Defina a economia mensal como uma despesa fixa. 

Assim que receber seu salário, já guarde um valor fixo definido na estratégia acima. Dessa forma você poderá encarar esse dinheiro como uma despesa e irá desconsiderá-lo dos seus gastos mensais, facilitando seu objetivo de guardar dinheiro.

4. Pague suas contas em dia

Uma forma de conseguir poupar é evitar pagar os juros que são cobrados ao atrasar boletos. Existem contas que cobram juros exorbitantes com o atraso de um boleto. Dessa forma, há duas estratégias ideais para o pagamento de contas quando o assunto é organização financeira. 

1° Pague suas contas no mesmo dia – você pode alterar a data de todas suas contas fixas para o dia em que seu salário cai. Dessa forma, irá ficar mais fácil com que você se organize com o orçamento que tiver após o pagamento das contas. 

Muitas pessoas acabam por gastar mais dinheiro do que têm pelo fato de não se atentarem ao valor que devem pagar em contas. Ao optar por essa opção você dribla a possibilidade de esquecer e pagar juros, e ainda começa o mês com uma noção realista do valor que realmente possui.

2° Pague as contas no dia do vencimento –  esta estratégia é direcionada para quem possui dinheiro investido. Ao deixar as contas para o dia do vencimento, você permite que seu dinheiro fique rendendo até o dia em que precisará ser usado. Esse exemplo, no entanto, se aplica a investimentos com rentabilidade e resgate diário, como alguns CDBs, para que você possa fazer o pagamento das contas. 

Não utilize o cheque especial!

Outro bom motivo para pagar sua contas em dia é para que nunca fique dependente do cheque especial. Essa opção é um falso sentimento de que você possui mais dinheiro na conta, quando na verdade é apenas uma maneira a qual muitos bancos utilizam para a cobrança de juros enormes. 

Ao ficar exposto ao cheque especial ou aos juros rotativos do cartão de crédito você pode entrar em uma bola de neve de endividamento, portanto, corra da opção de se “salvar” através desses métodos. 

5. Procure formas de ganhar renda extra. 

Sabemos que uma renda mensal vinda do salário pode não ser o suficiente para que consigamos economizar. Assim, outra forma de conseguir dinheiro é procurar uma forma de ganhar uma grana extra no tempo livre. 

Há quem dê aulas particulares sobre assuntos que dominam, por exemplo inglês ou violão. Outras pessoas criam lojas onlines em redes sociais e começam a revender produtos como maquiagem ou blusinhas. Há ainda quem faça de seu talento de cozinhar uma renda extra, vendendo alimentos como doces ou salgados. 

Procure algo em que você é bom e invista nisso. Vale a pena também investir seu dinheiro em cursos para que você ganhe novas habilidades e as possa utilizar para ganhar esse extra, como cursos de cabeleireiro ou de mecânica. 

Leia: Renda extra: 33 dicas de como conquistar a sua

6. Defina prazos para seus objetivos

Um sonho não deixará de ser um sonho enquanto não se tornar uma meta.

A partir do momento onde você decide que quer começar a guardar dinheiro, precisa também entender quais serão os objetivos dessa poupança. Afinal, é muito mais difícil se juntar dinheiro quando você não sabe o motivo de estar fazendo isso. 

Se você possui sonhos que necessitam de dinheiro comece a se planejar para conquistá-los e estipule prazos para esses objetivos. Se deseja ter um carro, uma casa ou fazer uma grande viagem comece a calcular quando você quer e o quanto deverá guardar por mês para alcançar o objetivo. Dessa forma se tornará mais fácil poupar pois você estará determinado a alcançar o que deseja.

Vale ressaltar novamente a existência de diversos aplicativos e sites que simulam o quanto você precisa guardar para conseguir conquistar seus objetivos, facilitando assim o seu acesso aos cálculos necessários.

Antes de começar a guardar dinheiro: foque em suas dívidas

7.  Foque em quitar todas suas dívidas

Se você está endividado, sua primeira prioridade financeira antes de começar a guardar dinheiro é quitá-las. Se conseguir, faça o pagamento delas à vista, pois dessa forma poderá conseguir bons descontos nos juros. Lembre-se de sempre negociar o valor quando fizer o pagamento à vista, pois você pode alcançar valores mais vantajosos. 

Caso essa opção não seja possível, negocie para pagar parcelas com valores que caibam no seu bolso. Não comprometa todo seu orçamento para pagar dívidas e tente equilibrá-las com suas despesas fixas. 

8. Troque suas dívidas mais caras por outras mais baratas

Caso esteja pagando juros muito altos, como os do cartão de crédito ou do cheque especial, avalie a possibilidade de pegar um empréstimo consignado com juros menores do que os da sua dívida atual. Com o dinheiro do empréstimo você quita-sua dívida atual e assume uma nova com juros reduzidos. 

Dessa forma, você poderá avaliar a diferença do valor final que será pago e poderá economizar o pagamento excessivo de juros.  

9. Quite suas parcelas já no início do mês

Para evitar que você esqueça de suas dívidas, ou que comece a priorizar outros gastos, é essencial que realoque as datas de vencimento delas para o começo do mês. 

Dessa forma, você prioriza o pagamento e já começa o mês com um valor mais realista do que terá ao longo desse período. 

10. Economize sempre que for possível. 

Se você está endividado dificilmente conseguirá guardar muito dinheiro, mas a ideia aqui é que sempre poupe o que for possível durante as dívidas para que não perca tempo. 

Guardar valores menores como 10 ou 15 reais já é um começo. O importante aqui é que crie o hábito de economizar, mas sempre dentro do possível. 

Para guardar dinheiro com mais facilidade: reveja seus gastos essenciais e diminua ou corte os desnecessários

11. Saiba utilizar o cartão de crédito

Que muita gente não sabe utilizar o cartão de crédito todo mundo já sabe. O mundo está lotado de pessoas que se endividam dos pés a cabeça por não saberem usar o cartãozinho. De forma simples, as pessoas têm a falsa ilusão de que possuem dinheiro quando na verdade ignoram a fatura no final do mês. É aquele ditado de que “muita gente tem um limite maior de cartão de crédito do que de salário”.

O que muitas pessoas não sabem é que existem algumas formas inteligentes de usar o cartão a nosso favor: 

Fazer parcelamento de compras que não cobram juros – esta é uma opção que pode te ajudar a realizar compras quando necessário no cartão de crédito. Essa no entanto é uma forma onde deve-se agir cuidadosamente. Ao começar a parcelar muitas compras, você pode se complicar ao criar muitas dívidas e acabar comprometendo toda sua renda para esses pagamentos. Ao ser cuidadoso no entanto, essa opção poderá te permitir ter mais liberdade. Mas caso a compra parcelada venha com juros não se torna um bom negócio.

Programa de recompensas do cartão de crédito – Uma das maiores vantagens no cartão de crédito são as recompensas que você adquire ao realizar compras, que podem ser convertidas em passagens aéreas (quando você recebe em milhas) e diversos outros benefícios. Vale a pena conferir o funcionamento das milhas de seu cartão para que possa trocar por passagens aéreas e possa economizar.  Muitas das recompensas podem ser em cashback, devolvendo parte do valor da sua fatura ou com descontos em produtos que você deseja.

Vale ainda a opção de deixar seu cartão de crédito de lado. Por ser muito fácil apenas passar o cartão nos lugares, pode se tornar difícil ter o controle de todos os gastos. Comece a pagar em dinheiro ou à vista e você começará a notar a diferença que esses gastos estão fazendo no seu bolso.

12. Realize compras à vista

Se você tem um orçamento mais apertado, e não tem ou não sabe utilizar o cartão de crédito, outra opção é fazer a compra à vista. Bons descontos muitas vezes estão escondidos nessa forma de pagamento. A compra de roupas, serviços ou eletrônicos são bons exemplo de produtos que tendem a ser mais baratos quando pagos à vista. 

Ao realizar esse tipo de pagamento você também foge de futuras dívidas. Já imaginou ter que estar pagando por uma roupa que você comprou há 6 meses? Isso pode ser um pesadelo para nossa mente e nosso bolso. Logo, ao realizar a compra à vista você se livra de ter que pagar por algo que já nem está mais tão animado de consumir quanto estava quando comprou. 

Para poder fazer grandes compras à vista é ideal que você planeje a aquisição com antecedência, dessa forma você poderá calcular o quanto deve economizar para realizar a compra. 

13. Faça compras com dinheiro vivo. 

Já aconteceu de você ir fazer compras e sempre retornar com mais coisas do que tinha planejado? Isso acontece pela facilidade que temos em simplesmente passarmos nossos cartões na compra e poder levar tudo que quisermos. Isso pode ser fatal para seu orçamento. 

A ideia aqui é para que você se planeje antes de realizar uma compra para saber o que exatamente precisa comprar e então levar o dinheiro vivo para realizar a compra. 

Dessa forma, caso você se veja tentado a realizar compras de outros produtos, terá que deixá-los de lado uma vez que não terá dinheiro com você para fazer a compra (não vale levar o dinheiro vivo e os cartões com você).

Outra forma de não realizar a compra de produtos que não foram planejados é: espere até 7 dias depois que viu o produto e reveja se ainda está com vontade de comprá-lo. Caso não esteja, você saberá que fez uma boa escolha e economizou.  

14. Compre no atacado

Uma vez que você tenha suas compras planejadas e listadas, vale a pena nos casos de supermercados, realizar a compra em atacados. Aqui você pode realizar a compra dos produtos que mais consome, pois estes oferecem preços mais convidativos uma vez que você leve produtos em maior quantidade. 

Ao fazer compras confira os valores ao passar pelo caixa. É muito comum que você encontre valores nas prateleiras que são diferentes dos valores do caixa. Por isso, cobre para que você possa pagar os valores corretos e economize.

Aqui vale também a ideia de nunca realizar compras com fome. Ao fazer isso você sempre acaba comprando coisas que não precisa, por estar deixando sua fome falar mais alto e perde a oportunidade de guardar dinheiro.

15. Deixe as crianças em casa

Se você pretende economizar no mercado nunca leve as crianças. Boa parte dos supermercados colocam seus produtos em prateleiras estratégicas para que as crianças vejam e peçam para os pais. 

Se você se rende aos pedidos das crianças, acaba por comprar produtos que não estavam incluídos na lista, que irá encarecer sua compra e ainda prejudicar a saúde do seu filho, que na maioria das vezes só pede por besteiras. 

Portanto, deixar os filhos em casa na hora de fazer compras pode evitar que você comprometa seu orçamento e ainda faz com que não tenha que passar raiva ao ver a criança chorando no mercado porque não teve seu pedido atendido. Caso não dê para deixar as crianças em casa, sente com elas antes das compras e defina na sua lista o que cada uma poderá comprar. 

16. Faça orçamentos

É muito comum quando queremos muito comprar um produto já sairmos comprando na primeira opção que acharmos. Atualmente, dificilmente você terá apenas uma opção para qualquer produto ou serviço que deseja comprar. Por existirem muitas opções, as empresas tendem a se tornar cada vez mais competitivas para que consigam atrair mais clientes. 

Dessa forma, é essencial que faça diversos orçamentos para que encontre o melhor preço. Procure por descontos ou benefícios extras que você pode receber ao adquirir a compra e aqui também vale “chorar” um pouco se necessário. 

17. Para de se consolar com compras

O dia foi difícil e você merece uma cervejinha no final do dia? Claro que merece! Mas tenha cuidado ao tentar se consolar fazendo compras. Além disso ser um passo para o consumismo, ainda afeta muito seu bolso e dificulta o processo de guardar dinheiro.

Avalie se realmente precisa de uma roupa nova ou de um tênis apenas porque trabalhou muito esse mês. Evite gastar com coisas supérfluas que tendem a te dar um prazer apenas momentâneo e que são causadas pelo estresse do dia a dia. Procure outras formas de relaxar que não sejam gastando, como realizando exercícios ou optando por programações mais em conta. 

18. Avalie se não vale mais a pena consertar do que comprar:

Principalmente quando o assunto são eletrodomésticos pode compensar muito mais consertar do que comprar. O contrário também pode acontecer, fazendo com que saia mais em conta comprar um novo do que o concerto. Cada caso é um caso, mas avalie a necessidade e quanto cada opção irá custar para o seu bolso.

O mesmo equivale para roupas. Quem sabe apertar uma calça com uma costureira (que muitas vezes pode até ser da família) não seja mais barato do que a compra de uma nova? 

19. Peça coisas emprestadas:

Será que você realmente irá precisar de um terno ou um vestido novo para um casamento? Quantas vezes você irá realmente utilizar? Essas são perguntas que você deve se fazer antes de comprar algo. O mesmo vale para livros, jogos e tudo aquilo que você geralmente só usa uma vez. As vezes vale conferir alguém que tenha o que você precisa para que não precise gastar dinheiro. 

20. Seja minimalista 

A ideia de ser minimalista se resume a gastar apenas com o que realmente é necessário, e com itens e produtos os quais não podemos viver sem. Essa é uma das ideias mais desafiadoras do nosso tempo, levando em consideração como as pessoas são consumistas. 

Em um mundo minimalista as pessoas só gastam dinheiro com o que realmente importam para elas, o resto, elas simplesmente possuem o que é realmente necessário. Por exemplo, imagine que você é uma pessoa que quer passar a vida viajando. Nesse sentido, um minimalista aproveitaria seu dinheiro com foco nas viagens, gastando com hotéis, malas , passagens, etc. Enquanto isso a casa dessa mesma pessoa não precisaria de muita atenção, uma vez que ela se preocupa muito mais em viajar do que em ter uma casa totalmente decorada. 

Com essa noção você passa a economizar com coisas que realmente não são tão importantes e daí entra a ideia de também pedir as coisas emprestado. Se não é essencial, não compre. 

Aqui também vale a reflexão para que você pense se realmente precisa de tudo que tem, se a resposta for não: 

21. Venda o que não usa mais:

Por que não ganhar uma renda extra vendendo coisas que você não utiliza mais? Sites como OLX permitem que você se desapegue de coisas que não precisa mais e ainda consiga ganhar uma grana extra com isso.

Como muita gente não liga de comprar utensílios usados essa pode se tornar uma forma rápida e prática de conseguir uma renda extra. Mas cuidado. A ideia não é válida se você quiser vender para em seguida comprar novos produtos semelhantes aos que vendeu. Isso seria trocar seis por meia dúzia quando o assunto é economia.

22. Cuidado com ofertas e promoções

O olho até brilha quando você ouve a palavra promoção e os lojistas sabem disso. Porém é preciso ter cuidado ao aproveitar esse tipo de oportunidade. Primeiro você deve refletir se realmente precisa daquilo que está em promoção. Você realmente precisa de um tênis novo ou levar 3 barras de chocolate pra pagar 2?

Segundo, fique atento as datas de validade de produtos em promoção. Essas “oportunidades imperdíveis” as vezes são acompanhadas de data de vencimento próximas.

Evite também abrir e-mails de ofertas. Esses e-mails são um perigo para seu bolso e se você sabe que pode ceder a essas ofertas deixe esses e-mails de lado para não cair na tentação.

23. Considere fazer compras no exterior. 

Vira e mexe conhecemos alguém que vai para o exterior quando nós não temos essa oportunidade. 

A depender do momento da nossa economia, quando o dólar está mais barato, pode ser uma boa ideia fazer a compra de alguns produtos no exterior. Materiais como eletrônicos ou roupas as vezes tendem a ser mais baratos em outros países. Dessa forma, se você for viajar ou conhecer alguém que vá, aproveite a oportunidade para comprar algo que você precisa por um valor mais em conta.

24. Use cupons de descontos

Comece a ficar atento a sites ou programas que oferecem cupons de descontos, como para restaurantes, viagens, medicamentos, ou programas culturais. Essas ofertas podem ser uma boa forma de economizar. Algumas opções são o SaveMe, ou o Peixe Urbano, que reúnem diversas ofertas. 

Guardar dinheiro será mais fácil uma vez que você aproveite os descontos que a vida dá.

25. Aproveite os pequenos prazeres 

Quem disse que para aproveitar o tempo livre você precisa gastar dinheiro? É claro, existem os bons programas que podem ser mais caros e valem a pena, mas não são os únicos.

Uma volta de bicicleta no parque, um piquenique, um cochilo na rede, a leitura de um bom livro com chocolate em uma tarde chuvosa, podem ser bastantes relaxantes e divertidos. Vale ainda procurar por eventos gratuitos em sua cidade como exposições de arte, peças de teatro e programas ao ar livre. 

Quando o assunto é guardar dinheiro, vale dizer um não para os rolês mais caros de vez em quando e aproveitar de formas mais simples. Já percebeu quantas vezes você já saiu e gastou dinheiro porque não soube dizer não a alguém? Isso pode ser prejudicial a seu bolso, mas caso você deseje ver a galera, também há formas de economizar, por exemplo: 

Reúna seus amigos em casa: chame os mais chegados para irem à sua casa como alternativa para aquele barzinho. Todo mundo faz uma vaquinha, colabora para um churrasco e pronto. Você e todos seus amigos economizam e ainda se divertem.

26.  Comece a guardar dinheiro extra que recebe

De vez em quando (não com a frequência que gostaríamos) recebemos um dinheiro extra que não estava previsto. Dinheiro dos familiares no aniversário, restituição do Imposto de Renda ou o 13° salário.

Ao receber um valor com o qual você não contava o ideal a se fazer é guardá-lo imediatamente para evitar que você o gaste com outras coisas. Caso não seja possível ser guardado, outra opção é utilizá-lo para ajudar a quitar dívidas, o que irá te aproximar do fim desse tipo de despesa. 

27. Compre medicamentos genéricos:

Cuidar da saúde é importante e isso não tem discussão. Esse é um dos gastos que sempre devem ser priorizado, pois sem saúde nada mais é possível. Mas mesmo nesse assunto ainda existem boas formas de economizar. Com os medicamentos, por exemplo.

Medicamentos genéricos tendem a ser bem mais baratos do que as marcas de grandes laboratórios. A ideia é oferecer exatamente o mesmo medicamento, mas por um valor muito mais em conta. 

Além dessa opção confira se o medicamento que você precisa não está disponível em postos de saúde, que são gratuitos e de fácil  acesso. 

Mas é claro, não deixe de seguir o que foi pedido pelo médico. Ele é o profissional que poderá te dar as melhores recomendações. As vezes, vale pedir para que ele te receite medicamentos dos postos de saúde para que você possa guardar dinheiro.

28.  Evite sair para comer:

Se você quer guardar dinheiro, tem que estar disposto a reduzir ou cortar os gastos com comer fora. Levar comida de casa para o almoço no trabalho, ou lanches para a faculdade são algumas opções. Nos finais de semana tente ir para locais mais econômicos ou fique em casa e prepare a própria comida. 

Isso irá reduzir seus gastos eventuais e ainda poderá te trazer uma rotina mais saudável.

Aqui também entra a dica de alimentar-se bem.

Uma vez que você começa a criar hábitos saudáveis, passa a ter menos gastos com comida industrializada e poderá economizar nas compras também. O Brasil, por ser um país agroexportador, permite que tenhamos preços muito acessíveis para frutas, legumes e vegetais. Visite uma feira próximo a sua casa e poderá avaliar como compensa financeiramente ter uma alimentação mais saudável.

29. Crie o “Dia zero” na sua semana

Essa dica pode ser difícil mas vale o esforço. Uma vez na semana defina o dia de zero gastos. Não abrir a carteira para gastar é uma economia garantida. Organize seu calendário e defina qual o melhor dia da semana para não gastar. 

Quanto mais dias você passar sem gastar, mais fácil será guardar dinheiro.

Depois de guardar o dinheiro: escolha onde irá investi-lo

Agora que você já aprendeu a guardar dinheiro, o próximo passo para alcançar seus objetivos financeiros são: criar uma reserva de emergência e começar a investir. 

30.  Crie uma reserva de emergência:

Antes de começar a investir é essencial para qualquer investidor possuir uma reserva de emergência. Essa reserva nada mais é do que um fundo emergencial que deve ser guardado para ser utilizado em situações críticas. 

Segundo especialistas, uma boa reserva de emergência deve conter o equivalente a seis meses de gastos, em média. Essa reserva é o valor de gastos mensais, vezes a quantidade de meses que você deseja guardar. Por exemplo, se você tem gastos de R$ 2 mil por mês, você deverá possuir R$ 12 mil guardados para uma reserva de seis meses. 

Leia mais: Reserva de emergência: o que é, pra que serve e como investir? 

31. Comece a investir 

Após criar a sua reserva de emergência você está pronto para começar a investir. Nesse ponto você já deve saber que manter dinheiro parado na conta poderá aumentar a distância entre você e seus objetivos.

Para te ajudar com essas metas, é importante com que crie o hábito de investir, para ver seu dinheiro aos poucos ir trabalhando por você. Para isso, você só precisa abrir sua conta na Pi, realizar o teste de perfil de investidor, fazer uma TED para sua conta na Pi e então escolher os investimentos que mais caibam nos seus objetivos, de curto, médio ou longo prazo. 

Leia também: 

Gostou das dicas? deixe seu comentário abaixo.

Material publicitário. Para mais informações, acesse aqui. Os investimentos apresentados podem não ser adequados aos seus objetivos, situação financeira ou necessidades individuais. O preenchimento dos formulários API – Análise de Perfil do Investidor é essencial para garantir a adequação do perfil do cliente ao produto de investimento escolhido. Leia previamente as condições de cada produto antes de investir.

4

Avaliar

Obrigado por votar

Você já votou neste post

Fazer comentário

Notícias relacionadas

Como identificar, gerenciar e se proteger dos riscos? | Persevera Investimentos

Quer saber mais de como pode controlar os riscos dos seus ativos? A Persevera Investimentos explicou qual estratégia utiliza. Leia agora!

Investir em tesouro direto: Tudo o que você precisa saber!

O Tesouro Direto é um dos investimentos mais seguros do Brasil. Por isso, é benéfico […]

Especialistas discutem os impactos do coronavírus nas favelas e startups

Na quinta-feira (16), a Pi, fez uma transmissão, ao vivo, com Felipe Bottino, CEO da […]

Cashback: o programa de pontos da Pi Investimentos

Já sabe o que é cashback e como ele aumenta sua lucratividade nos investimentos? Confira agora.

Morning Call: Avianca, Ibovespa, Coronavírus e Estados Unidos

Publicado em 07/07/2020

O que é stop loss e stop gain na bolsa de valores?

Você já conhece as ferramentas de stop loss e stop gain? Elas podem ser utilizadas para diminuírem os riscos no mercado de renda variável. Saiba mais!

Fundos imobiliários: o que são, como funcionam e suas vantagens

Os fundos imobiliários são ativos que te permitem ser dono de uma parte de diversos imóveis sem necessariamente ter de comprá-los. Leia mais!

Value investing: como funciona essa estratégia de investimento?

Você já conhece o value investing? Essa é uma estratégia do mercado de ações que todo investidor deve conhecer. Nessa matéria explicamos tudo pra você.

Investimentos a longo prazo: onde investir para o seu futuro?

Investimentos a longo prazo devem fazer parte do portfólio de qualquer investidor. Nessa matéria você conhece algumas opções de ativos para isso.

Como configurar sua Amazon Echo para receber os Morning Calls da Pi

Aqui vai um passo a passo simples para que você comece a receber analises completas e exclusivas na sua Amazon Echo. Confira!

Saiba quem são os novos investidores da bolsa de valores

Mesmo com a alta volatilidade do mercado, a B3 registrou a entrada de pouco mais de dois milhões de novos investidores pessoa física na bolsa de valores. Saiba quem são essas pessoas.

Copom: o que é e como funciona o Comitê de Política Monetária do Banco Central

Você já conhece o Comitê de Política Monetária do Banco Central do Brasil? Acredite ou não, ele está diretamente ligado aos seus investimentos. Descubra!

Investimentos para cada fase da vida | Nord Research

Recebemos o sócio fundador da Nord Research, Renato Breia, para falar sobre investimentos para cada fase da vida. Confira!

Fundos DI: o que são, como investir e quais suas vantagens

Você já conhece os fundos DI? Eles são opções de renda fixa muito conhecidas por investidores conservadores ou iniciantes. Leia tudo sobre esses fundos!

Saque do FGTS será liberado para quem tem conta ativa ou inativa. Veja o que se sabe até agora!

Publicado em 05/06/2020

FIDCs: o que você precisa saber sobre esse tipo de investimento

Você já conhece os Fundos de Investimento em Direitos Creditórios? Os FIDcs são uma classe de fundos um tanto diferentes. Nesta matéria explicamos pra você.

5 lições da série “La casa de Papel” para os investimentos

A série “La Casa de Papel” além de muito boa também trás lições importantes para o mundo dos investimentos. Leia agora o que você pode aprender com ela.

Os 4 cenários para uma recuperação econômica no Brasil

O fato de que a economia brasileira irá sofrer drasticamente após o fim da pandemia já é algo inquestionável. Mas como ela irá se recuperar? Confira aqui.

As diferentes formas de investir na bolsa | Sonata Maestria

Por: Patricia Palomo, gestora da Sonata Maestria, carteira exclusiva da Pi Investimentos Muitas pessoas se […]

Investimentos seguros: onde investir?

Quer conhecer opções que tragam segurança e uma maior rentabilidade que a poupança? Confira essa matéria sobre opções de renda fixa.

O que esperar da economia pós-pandemia? | Claritas Investimentos

Como estará a economia pós crise e como proteger seus investimentos? Esse foi o assunto do Papo Fundo da semana, com a Claritas Investimentos.

Blue Chips: o que são as grandes ações da bolsa?

Você já conhece as grandes empresas do mercado financeiro? Elas recebem o nome de Blue Chips e nessa matéria você confere tudo sobre o assunto.

Campanha “Invista em Você” dará super brindes aos investidores

Quer saber como ganhar brindes incríveis apenas investindo na Pi? Confira aqui os detalhes.

O segredo para se manter no azul na crise | Vinci Partners

Conheça o segredo dessa asset para conseguir resultados positivos no meio da pandemia. Entrevistamos a Vinci Partners para entender melhor suas estratégias.

Novo corte na taxa Selic, deflação, acordo comercial EUA e China, desemprego e o halving do Bitcoin

Publicado em 08/05/2020.

A alta do dólar e os fundos cambiais na crise

Publicado em 30/04/2020.

Fundos de previdência privada: saiba como investir na sua aposentadoria

Deseja ter uma aposentadoria mais tranquila ou quer fazer planos para o longo prazo? Você precisa conhecer os fundos de previdência privada. Confira!

Mercado fecha em queda com instabilidade política

Publicado em 24/04/2020.

Os fundamentos por trás das ações | Grou Capital

O que analisar antes de comprar uma ação? Essa é uma questão que muitos investidores se perguntam. A Grou Capital ajuda a entender. Confira!

Mercado futuro: seu guia completo sobre o tema

O Mercado futuro é um ambiente de renda variável onde são negociados contratos futuros. Nesta matéria você irá entender tudo sobre o assunto.

As maiores crises econômicas mundiais e o coronavírus

O Covid-19 trás discussões sobre sua relação com outras crises que o mundo já vivenciou. Aqui explicamos sobre antigas crises e sua relação com a atual.

Como surfar nas oportunidades da crise? | Tarpon GT

Neste episódio do 3,14 Cast, o gestor da Tarpon GT explicou pra gente como encontrar oportunidades na crise por meio de ações diferentes. Leia agora!

Derivativos: tudo que você precisa saber

Você está a procura de ativos mais arriscados na bolsa? Talvez os derivativos possam ser uma opção. Nessa matéria explicamos tudo sobre o assunto.

Bolsa tem semana mais tranquila

Publicado em 09/04/2020.

Debêntures incentivadas: o que são e suas vantagens ao investir

As debêntures incentivadas são um dos ativos em renda fixa mais buscados por investidores. Nesta matéria você irá entender tudo sobre o assunto. Confira!

Incertezas ainda dão o tom do mercado

Mais uma semana de forte volatilidade se encerra, enquanto o mercado acompanha a evolução do […]

[Ações] É hora de investir, resgatar ou esperar? | Bresser

Atualizado em 01/04/2020. O que fazer com as suas ações na crise do coronavírus? Fazer algo ou apenas esperar o mercado voltar a normalidade? Essas dúvidas Rodrigo Bresser responde.

Dividendos: entenda tudo sobre o assunto

Como viver de renda com dividendos? É possível ou não? Essas e outras dúvidas a gente responde nessa matéria completa sobre o assunto. Confira!

Especialista reforça a importância da diversificação das carteiras de investimentos em tempos de crise

Atualizado em 30.03.2020. Conheça a opinião do sócio fundador da Nord Research Renato Breia, sobre a importância de diversificar a carteira de investimentos em meio a crise.

ETF: o que é, como investir, suas vantagens e riscos

Quando falamos em bolsa de valores, a primeira coisa que vem a cabeça são ações. Aqui trouxemos outra opção interessante na renda variável, o ETF. Confira!

Como o cenário macroeconômico influencia seus ativos? | Safari Capital

Você já parou para entender os motivos que levam o mercado a entrar em panico? A Safari Capital fala sobre o cenário macro e sua influencia nos ativos.

Notícias positivas trazem ânimo, mas volatilidade continua

Atualizado em: 24/03/2020.

Por que Henrique Bredda trocou dólar por ações? | Alaska Black

Atualizado em 20/03/2020.

Esse é o momento de ser conservador? | DLM Invista

Em um dos períodos mais conturbados dos últimos anos na bolsa, seria hora de voltar as atenções para a renda fixa? A DLM Invista nos ajuda a entender.

Small caps: o que são, para que servem e suas vantagens

Você conhece as small caps? Elas são ações da bolsa de valores que podem trazer rendimentos atrativos. Confira uma matéria completa sobre o assunto.

Tensão segue forte nos mercados globais

Atualizado em 16/03/2020

IPCA: o que é e como ele influencia sua vida e investimentos?

Você já conhece um dos mais importantes índices da nossa economia? O IPCA influencia diretamente sua vida e seus investimentos. Descubra como.

Bolsa: A fase atual do mercado de ações | Reach Capital

Onde encontrar oportunidades em ações? Quais são os grupos de ações com os maiores rendimentos? Essa e outras perguntas a Reach Capital ajudou a responder.

Renda extra: 33 dicas de como conquistar a sua

Precisando de mais dinheiro? Quem não precisa? Criamos aqui uma matéria com 33 dicas de renda extra já comprovadas e que podem te ajudar. Confira!

Fundos multimercado: seu guia completo

Você já conhece os fundos multimercado? Eles podem ser uma opção para os investidores que buscam por uma carteira diversificada. Confira a matéria completa.

Por que investir em fundos quantitativos? | Kadima Asset Management

Você já conhece os fundos quantitativos? Eles podem ser opções vantajosas para os momentos de volatilidade do mercado. Confira a matéria!

Como ficam seus investimentos quando a bolsa cai?

Atualizado em 27/02/2020

“DesinterMÍDIAção”: o cliente no centro de tudo

Por Felipe Bottino, CEO da Pi Repito, em todas as oportunidades que tenho, o propósito […]

Onde encontrar oportunidades de investimento em renda fixa? | Rio Bravo

Você sabia que ainda existem oportunidades de renda fixa, mesmo com a Selic em baixa? A Rio Bravo investimentos veio falar sobre o assunto. Confira!

Imposto de Renda 2020: como declarar seus investimentos?

A época do Imposto de renda está chegando e é importante que você possua todas as informações necessárias para conseguir realizar sua declaração. Confira!

Fundos de renda fixa: tudo o que você precisa saber

Quer sair da poupança? Os fundos de renda fixa podem ser uma opção. Descubra aqui tudo que precisa saber para começar a investir nesse tipo de investimento.

Nova ação da Pi dará uma Alexa para investidores

Lançamos nesta terça-feira (18) uma ação de marketing que vai presentear os participantes com um […]

Por que a carteira do Jojo vai fechar? | Vitreo

Você conhece a carteira pronta da Pi que é administrada por Jojo? O gestor da Vitreo explicou pra gente porque seu fundo irá fechar em breve e muito mais.

Fundos de ações: tudo o que você precisa saber

Não sabe como investir na bolsa ou não tem tempo? Os fundos de ações podem ser uma solução para isso. Conheça mais sobre o assunto!

Investidor qualificado: o que é e como se tornar um

O que é um investidor qualificado? Pra que ele serve? Como ser um? Calma… iremos explicar tudo isso pra você nessa matéria. Confira agora!

Como ser sócio de Roberto Justus | Nest Asset Management

Você sabia que um dos maiores empresários do Brasil também é sócio de uma grande gestora de investimentos? Conheça mais sobre Roberto Justus e sua asset.

A Selic caiu de novo. E agora?

O Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central decidiu reduzir a taxa Selic mais […]

O que analisar antes de comprar ações? | Kiron Capital

Como fazer bons investimentos na alta da bolsa e o que analisar antes de comprar ações? Essas são algumas dúvidas que a Kiron Capital respondeu pra gente.

Conheça o Taxômetro dos investimentos

Se todos os investidores brasileiros tivessem investido na Pi em 2019, mais de R$ 6 […]

Transferência de custódia: como mudar de corretora

Você já tem seus investimentos em uma corretora, mas está insatisfeito com os serviços prestados […]

Como o coronavírus impacta nos seus ativos? | Porto Seguro Investimentos

Atualizado em 30/01/2020. Descubra a opinião da Porto Seguro Investimentos sobre o novo coronavírus e seu impacto no mercado.

Confira qual a melhor corretora para investir em 2020

Ainda em dúvidas de qual a melhor corretora para se investir em 2020? Confira agora!

4 dicas de especialista para investir bem em renda fixa

Com a Taxa Selic, que é a referência para todos os juros praticados no Brasil, […]

Como o acordo comercial entre EUA e China impacta seus investimentos?

Estados Unidos e China querem dar mais um passo rumo à solução da tensão comercial […]

A dinâmica global nos investimentos | Franklin Templeton

O movimentos internacionais afetam os seus investimentos? Descubra já!

Por que um fundo fecha? | Pi Simplifica

Você sabia que um fundo de investimento pode fechar? Não? A Gabriela Schor explica sobre o assunto.

O que é Ibovespa? | Pi Simplifica

Você conhece o benchmark da renda variável? Ainda não? Confira então o Pi Simplifica sobre o Ibovespa.

Qual é seu perfil de investidor? | Pi Simplifica

Sabe o que é e para que serve o perfil de investidor? Confira aqui.

Entenda de uma vez o que é liquidez nos investimentos

O que é liquidez no mundo dos investimentos? Descubra agora!

A salvação é pelo risco? | Occam Brasil

Filosofia no mundo dos investimentos? Temos! Confira o que a Occam Brasil fala sobre riscos.

Como investir em ativos globais? | Vinland Capital

Confira o que rolou no 3,14Cast com a Vinland Capital.

Ele estava deixando de ganhar R$ 100 mil (e você?)

Muitas pessoas ainda podem estar deixando de ganhar dinheiro por falta de informação. Sim, talvez […]

CDI+: A renda fixa aditivada

A renda fixa não morreu, já diz o mantra repetido em todo o mercado financeiro. […]

Terceira Guerra Mundial nos investimentos?

Em meio à tensão no Oriente Médio, muitos investidores têm se mostrado cautelosos em relação […]

Confira 6 dicas de como investir em dólar

Um post com algumas dicas de como investir em dólar. “Tudo na vida tem seu […]

Gestão financeira pessoal: Confira 15 livros para ler em 2020

2020 começou e você precisa conferir a nossa recomendação de livros de gestão financeira pessoal!

Carteira de Investimentos: Confira as vantagens em investir nas da Pi

Conheça mais sobre as carteiras de investimentos da Pi.

Como os fundos escolhem suas ações? | Indie Capital

Descubra como a Indie Capital escolhe as ações que compõem seu fundo.

Como fazer o controle de riscos dos ativos? | Garde Investimentos

É quase senso comum que o brasileiro que investe não tem o hábito de investir […]